Brincadeira de criança ou exercício para queimar muitas calorias? Os dois! Pular corda é uma ótima atividade aeróbica e, de quebra, ainda ajuda a tonificar pernas e braços (se ativados corretamente). Mas, afinal, como pular corda? Às vezes parece muito mais difícil do que realmente é. Por isso, a Lili Pardomicino, da @atividadecerta, vai passar algumas dicas para você aprender, de vez, esse exercício.

Coloque ele na sua rotina de treinos! Você não vai se arrepender.

Como pular corda?

Modelos de corda

O primeiro passo é… ter uma corda! Você tem duas opções:

Corda lenta: Ela tem um cabo mais grosso e mais barata. Se você tem dificuldade de coordenação ou nunca pulou corda, opte por essa. O peso dela facilita coordenar o seu salto.

Corda rápida: O cabo é mais fininho e normalmente é possível variar a altura da corda. Opte por ela quando você já estiver mais habituado(a) ao exercício.

O tamanho do cabo

Se o cabo estiver em um tamanho desproporcional ao seu, ficará mais difícil acertar os saltos. Para ajustar corretamente:

  • Pise com os dois pés no cabo da corda, no meio dela.
  • Gire as manoplas e as deixe na horizontal.
  • A manopla dela tem que ficar na região do mamilo.

Como segurar a manopla e ajustes antes de começar

  • Segure com o indicador e o dedão o meio da manopla. Gire a mão e “encaixe” a mão no cabo – isso cria estabilidade!
  • Você vai girar apenas o punho. Nunca gire o antebraço ou os ombros.
  • Posicione o seu punho na sua cintura. As mão precisam sempre estar no seu campo de visão.
  • Relaxe os ombros.

Os saltos

Mantenha os pés sempre juntos, utilizando a força da panturrilha para dar o impulso do salto sem tocar demais o seu calcanhar no chão (o que pode ser perigoso para o joelho).

Você começa sempre à frente do cabo.

Durante os saltos, dobre os joelhos o mínimo possível, só para amortecer.

O olhar

Deixe sempre seu olhar mirando para o horizonte. Fixe um ponto a frente.

E… comece devagar e, assim que pegar a coordenação, vá acelerando, saltando sem longas pausas.

Treine força!

Apesar de ser um trabalho mais aeróbico, pular corda requer muita força para que você evolua nos saltos. Por isso, pular corda deve ser um plus nos seus treinos de força. Um irá complementar o outro.

Se quiser dicas de treino para fazer em casa, clique aqui!

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta