Imagina uma prática que une corpo e mente. Uma prática milenar e comprovadamente eficaz para o alívio do stress, dores crônicas e até dores agudas? Essa prática é o Yoga. Longe de ser uma técnica para “ficar sarada” simplesmente. O Yoga é uma filosofia que engloba diversas ferramentas: posturas, respirações, bandhas, harmonização dos chackras, kriyas, purificações, meditação, mantras…. Ufa, é bastante coisa! Mas para ajudar você a começar essa prática que trará inúmeros benefícios para sua saúde e corpo, convidamos a professora de Thai Yoga Ciani Marques para ensinar 5 Asanas para iniciantes.

Asanas para iniciantes: controle da respiração e do corpo

Antes de começar, é importante mencionar que as asanas para iniciantes requerem, também, foco e concentração. E essa é a base do Yoga. Cada vez que for fazê-lo, você verá novos desafios que seu próprio corpo lhe impõe. Quando mobilizamos de forma assertiva o fluxo de energia vital por meio das Asanas, temos o chamado Prana.

Para essa tradição milenar, quando o Prana consegue fluir sem bloqueios pelo corpo físico e sutil (a mente), a tendência natural é que você sinta-se mais disposto(a), leve, feliz, confiante, energizado e com mais clareza mental. Além disso, já foi comprovado que o Yoga é capaz de alterar a química cerebral ao ativar áreas do cérebro correspondentes a emoções positivas como: compaixão, empatia, pertencimento e contentamento.

Agora que você já tem a base, vamos para as posturas com a professora e criadora do método YogaThai: Ciani Marques.

5 Asanas para Iniciantes com Ciani Marques

Paschimottanasana (Postura da Pinça)

Com pernas alongadas, leve o peito em direção as pernas exalando, tronco e cabeça relaxam a frente. À medida que há relaxamento dos músculos posteriores, alongue joelhos e mantenha pés ativos.

Benefícios Físicos: A contração dos músculos abdominais estimula o bom funcionamento dos órgãos internos, sendo que o efeito principal é sobre baço e rins. Além disso, revitaliza os centros nervosos lombares e os sacros, beneficiando todos os órgãos enervados por eles.
Benefícios Mentais: Aumenta sensação de autodomínio, leveza e energia.
Contra-indicação: Não recomendado para pessoas com pressão alta e problemas na coluna.

Adho Mukha (Postura do Cachorro olhando para baixo)

Partindo de 4 apoios, firme os pés no chão e eleve quadris. Pressione as mãos contra o chão e abra espaço entre orelhas e ombros. Aos poucos traga calcanhares ao chão.

Benefícios Físicos: Ativa a circulação sanguínea ao distribuir o sangue e a linfa por todos os órgãos. Beneficia a coluna e os nervos raquidianos (aqueles que ligam a medula espinhal aos músculos esqueléticos). Alonga os tendões, o posterior das coxas e os ombros.
Benefícios Mentais: Sentimento de paz e alegria.
Contra indicação: Pessoas que sofrem de pressão alta, vertigem, hernia ou dor ciática.

Bhujangasana (Postura da Cobra)

Deitado de barriga para o chão, as mãos ao lado dos ombros empurram o tronco para cima deixando quadris no chão. Mãos sempre abaixo dos ombros, mesmo na variação com joelhos e pernas no ar. Importante manter ombro afastado das orelhas.

Benefícios Físicos: Promove melhor irrigação sanguínea na musculatura das costas, além do trapézio, dorsais, sacrolombar e glúteos. Restaura a flexibilidade da coluna e proporciona saúde e vigor.
Benefício Mental:
Trabalha a confiança em si e afasta sentimentos de inferioridade.
Contra-indicação:
Pessoas com pressão alta, labirintite, úlcera, hérnia e hipertireoidismo não devem praticar sem acompanhamento de professor instruído.

Natarajasana (Postura do Shiva Dançante)

Em pé, dobre um dos joelhos pra trás e segure o peito do pé da mesma perna, com a mão do mesmo lado. Aos poucos eleve a perna com ajuda dos glúteos. Mantenha a perna da base firme e alongada.

Benefícios Físicos: Fortalece costas, braços e ombros. Tonifica pernas e quadril. Desenvolve coordenação e equilíbrio.
Benefício Mental:
Trabalha concentração e confiança.
Contra-indicação:
Pessoas com problemas nas costas, hernia, labirintite.

Vrikshasana (Postura da Árvore)

Dobre um joelho trazendo o pé recostado sobre a parte interna da perna oposta. Quanto mais próximo da virilha mais difícil. Eleve os braços acima da cabeça de mãos unidas.

Benefícios Físicos: Vitaliza órgãos digestivos e rins.
Benefício Mental: Promove o equilíbrio emocional e mental. Desenvolve o sentimento de autoexpansão.
Contra-indicação: Não há!

E agora, como está se sentindo?

Depois de fazer uma prática de Yoga – seja com asanas “simples” ou não – sempre tem o momento de relaxamento. É a Shavasana. É hora de simplesmente deitar de barriga para cima, afastar um pouco os pés e os braços e simplesmente relaxar. Sinta como seu corpo está se sentindo depois de fazer essas Asanas para iniciantes. Conheça seu corpo. Controle sua mente. Conheça você. Vá mais longe.

Para mais dicas de posturas de Yoga, treinos e nutrição, continue acompanhando o blog do #teamchase.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta